A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

7.12.09

O DINHEIRO NÃO TRAZ FELICIDADE


À pergunta “Do que é que precisa para ser feliz?” muitas pessoas responderão, provavelmente, “Mais dinheiro”. Depois da saúde, o dinheiro é o bem mais valorizado, o factor mais comummente associado ao bem-estar e à felicidade. Tanto que é também o meio a que os tribunais do mundo inteiro recorrem como forma de compensação por danos não patrimoniais. Se é certo que o dinheiro em si mesmo não cura os males do mundo, também é verdade que, sempre que alguém é comprovadamente vítima de um crime, há direito a uma indemnização pelos respectivos danos.


Qualquer psicólogo saberá, no entanto, que as grandes somas de dinheiro têm um efeito muito limitado no bem-estar individual. Os estudos levados a cabo com vencedores de prémio milionários demonstram-no. E uma pesquisa recente evidenciou algo ainda mais interessante: a psicoterapia é 32 vezes mais rentável do que a simples obtenção de dinheiro. A investigação mostrou que os benefícios de 4 meses de psicoterapia têm um efeito sólido e duradouro sobre o nosso bem-estar. Mais: para se alcançar níveis de bem-estar equivalentes aos que são conseguidos através de um processo terapêutico simplesmente através da entrada de dinheiro seria preciso multiplicar o dinheiro gasto em consultas por 32. Como o estudo foi realizado no Reino Unido, os valores em causa estão em Libras – o bem-estar conseguido através do investimento de £800 em consultas de Psicologia é o equivalente ao bem-estar associado ao ganho de £25000.


Esta pesquisa levanta uma questão pertinente no que diz respeito ao acesso aos serviços de acompanhamento psicológico e em particular à forma como os tribunais determinam como devem ser compensadas as vítimas de eventos traumáticos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...