A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

23.10.05

AMOR E SEXO

Enquanto a literatura da especialidade e a comunicação social se esforçavam por operacionalizar os conceitos de AMOR e SEXO, surgiu no mercado uma música da cantora brasileira Rita Lee com um poema delicioso.

O texto “brinca” com os dois temas e, de uma forma absolutamente despretensiosa, consegue aquilo que nenhum psicólogo ou teórico da conjugalidade conseguira até então.

Alguns poderão considerá-lo “piroso” ou redutor, mas poucos lhe ficarão indiferentes.

Embora desconfie que a diva Rita Lee jamais tenha recebido formação em terapia conjugal, gosto de roubar uma das suas frases e utilizá-la em contexto terapêutico: “Amor sem sexo é amizade”. De facto, chamo muitas vezes a atenção dos casais com quem trabalho para a importância da sexualidade para a satisfação conjugal. Nenhuma relação conjugal pode ser reduzida a esta área, contudo, os casais que a ignoram colocam em risco a sua união.

“Amor e Sexo” – Rita Lee
Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte
Amor é pensamento, teorema
Amor é novela
Sexo é cinema
Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia
O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epilépticos
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa-nova
Sexo é Carnaval
Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem
Amor sem sexo é amizade
Sexo sem amor é vontade
Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes
Amor depois
Sexo vem dos outros e vai embora
Amor vem de nós e demora
Amor é isso
Sexo é aquilo
E coisa e tal
E tal e coisa
Ai, o amor
Hum, o sexo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...