A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

10.8.09

VIVER JUNTOS ANTES DE CASAR AUMENTA PROBABILIDADE DE DIVÓRCIO



Eu já tinha abordado a questão aqui. A novidade está num estudo publicado recentemente que dá conta de que os casais que vivem juntos antes de casar têm uma probabilidade maior de se divorciar. Além disso, esta investigação indica que os casais que optam por juntar os trapinhos antes de oficializar a relação sentem-se menos satisfeitos com o casamento do que aqueles que só vivem juntos depois de casar. À primeira vista poder-se-ia pensar que a co-habitação é, em si mesma, o motivo por detrás da insatisfação, o que é uma leitura redutora. O que acontece é que há muitos casais que optam por dar este passo (viver juntos) sem que haja um compromisso enraizado. Depois, com a passagem do tempo, a oficialização acaba por ser o passo natural, mais do que um objectivo de vida ou um sonho co-construído. São então estes casamentos que se tornam mais vulneráveis.

Ao contrário do que aconteceria até há 10 ou 20 anos atrás, nos dias de hoje os casais não conversam aprofundadamente sobre as implicações de um compromisso que deveria existir sempre que se decide partilhar a casa com alguém. Seria, de facto, saudável que um casal de namorados pudesse falar abertamente sobre as suas expectativas ainda antes de darem este passo.

Na prática o que acontece é que as pessoas querem estar mais tempo juntas, pelo que rapidamente passam a viver na mesma casa. Além disso, viver sob o mesmo tecto é muitas vezes encarado como uma forma de testar a própria relação, o que acaba por ser negativo para quem está a assumir um compromisso.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...