A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

20.11.13

O SEGREDO PARA UM CASAMENTO DAR CERTO É…


O segredo do sucesso no casamento é fazer uma viagem romântica uma vez por ano.
O segredo do sucesso no casamento é manter a chama acesa através de gestos românticos, como oferecer flores ou outros mimos.
O segredo do sucesso no casamento é fazer uma gestão financeira equilibrada.
O segredo do sucesso no casamento é aprender a nunca ir dormir com uma zanga por resolver.

Se eu fosse anotar todos os “segredos” que estão por detrás de uma relação bem-sucedida, isto é, tudo aquilo que oiço e leio a propósito do tema, provavelmente não teria espaço para todas as recomendações. Cada entrevista a uma figura pública inclui uma receitinha para que as relações amorosas deem certo. Até a casais que estão juntos há meia dúzia de meses já vi ser colocada a questão. E toda a gente se sente no direito de opinar a este respeito, independentemente do número de insucessos que traga na bagagem.
Aquilo que me interessa partilhar tem menos a ver com a especificidade de cada casal e tem mais a ver com os resultados de pesquisas científicas sobre o tema. Tenho-me esforçado por partilhar aqui alguns dos pilares que, de acordo com as mais recentes investigações realizadas no âmbito da terapia de casal, sustentam os casamentos felizes.

Um desses pilares – que pode ser considerado um SEGREDO fundamental para que um casamento dê certo – diz respeito à capacidade para valorizar AS PEQUENAS COISAS. Refiro-me especificamente à capacidade de cada um dos membros do casal de se voltar para dentro da sua relação, alimentando-a, em vez de ignorar os (pequenos mas tão significativos) apelos do cônjuge.
Uma viagem a dois pode ser revigorante para um casal. Pode até abrir espaço para a ocorrência de momentos românticos que são praticamente impossíveis de implementar no resto do tempo. Mas a verdade é que eu conheço muitos casais que resolveram pedir ajuda precisamente depois de perceberem que nenhuma viagem a dois operaria milagres num casamento moribundo.

Por outro lado, e voltando à lista que encabeça este texto, se é verdade que a ideia de fazer as pazes antes da hora de deitar me parece um ritual interessante, eu também tenho de ser honesta e referir que há casais muito felizes e emocionalmente inteligentes que nem sempre o conseguem.

Quando me refiro à importância de dar atenção aos apelos do cônjuge refiro-me a sermos capazes de tirar os olhos do iphone quando a pessoa com quem estamos casados nos pergunta onde preferimos jantar. Reconhecer quão importante é esse contacto visual, esse gesto de “olhar para dentro” da relação, é bem mais significativo do que se possa julgar.

Quando, no meio do supermercado, o marido olha para os pacotes de gelatina e pergunta “Podias fazer uma taça de gelatina de morango mais logo?”, a resposta da mulher pode variar entre um encolher de ombros que diz “Tanto faz” e que não é mais do que ignorar o apelo e algo como “Lembras-te de como no início do nosso namoro comíamos quantidades industriais de gelatina?” (voltando-se para dentro, respondendo ao apelo).

Ninguém consegue responder a cem por cento dos apelos do cônjuge. NINGUÉM. Mas um dos ingredientes das relações felizes e duradouras é o rácio entre as vezes em que os apelos são acolhidos e aquelas em que estes são ignorados. Há uma segurança emocional e uma motivação incomparável que resultam de sermos capazes de nos voltarmos para dentro muito mais vezes do que aquelas em que agimos com indiferença.


Assim, da próxima vez que o seu cônjuge lhe disser alguma coisa aparentemente sem importância, esteja mais atento e procure reagir com carinho. O esforço valer-lhe-á mais do que um cruzeiro pelo pacífico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...