A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

6.9.16

O QUE É QUE FAZ COM QUE UMA RELAÇÃO DÊ CERTO?


E se eu lhe disser que há um “ingrediente” que é capaz de determinar o sucesso ou insucesso de uma relação? Uma escolha que está ao alcance de qualquer pessoa e que pode ser usada todos os dias? Esqueça tudo o que tem lido ou ouvido sobre relações amorosas. Ignore, pelo menos por instantes, as recomendações delicodoces de algumas revistas e as ideias mirabolantes que algumas publicações recomendam para "apimentar" as relações. Aquilo que proponho é que preste atenção ao que diz a ciência.



Uma das conclusões mais interessantes destas pesquisas diz respeito aos momentos decisivos que acontecem todos os dias em qualquer relação. Nem sempre nos damos conta de que eles existem e, por isso, nem sempre fazemos a escolha certa. Mas as investigações mostram que estes instantes são verdadeiros testes à resistência de qualquer relação e a nossa capacidade de resposta pode determinar o sucesso ou o insucesso da relação.

Se prestar atenção, vai dar-se conta de que todos os dias se dirige à pessoa que ama na expetativa de que ela responda com afeto ao seu apelo. É isso que acontece quando diz que a ama. E também é isso que acontece quando, no meio do trânsito, lhe pergunta «Já viste o que é que este maluco fez?». Em qualquer das situações, você espera que o seu amor esteja "lá", preste atenção ao que você diz e responda em conformidade. Na primeira situação talvez espere que ele lhe retribua a declaração de amor ou que o abrace simplesmente. Na segunda talvez espere solidariedade sob a forma de um comentário do género «Tens razão. Atravessou à tua frente de rompante».

Todos os dias partilhamos alegrias, frustrações, dúvidas e factos que nos entusiasmam. Muitas vezes são coisas minúsculas que nos acontecem e a que só alguém que goste mesmo de nós pode dar importância.



Agora que falo nisso, é provável que você se lembre de um ou outro instante em que isso aconteceu. Voltou para casa desejoso de contar todos os detalhes da sua promoção e a pessoa com quem vive não foi capaz de tirar os olhos do telemóvel enquanto você falava. Ou então criticou-o quando lhe disse que gostava muito de ir ao concerto de um cantor "pimba". Estes são momentos de desconexão por que TODAS as relações passam. Porquê? Porque ninguém consegue estar SEMPRE "lá", porque ninguém é perfeito.

Então, se todas as relações têm instantes assim, em que um dos membros do casal falha na tarefa de responder com afeto às necessidades do outro, qual é o segredo para que uma relação possa dar certo? O segredo está em reconhecer a importância destes momentos e dar o nosso melhor para que consigamos estar à altura NA MAIOR PARTE DAS SITUAÇÕES. Lembre-se de que TODOS os dias há apelos. Todos os dias há episódios em que um solicita a atenção, a solidariedade, o apoio, o entusiasmo e/ou a ajuda do outro. Todos-os-dias! Isto significa que todas as relações são colocadas à prova diariamente. As pessoas que tiverem consciência disso e que derem o seu melhor para que a maior parte das suas respostas correspondam às necessidades do companheiro estarão muito bem posicionadas para garantir que a sua relação continue a dar certo.


A maior parte das pessoas tendem a pensar que aquelas alturas em que um dos membros do casal dá um murro na mesa ou bate com as portas são os momentos decisivos de uma relação. Não poderiam estar mais enganadas. Todos os dias há momentos cruciais, instantes em que a confiança de cada um pode quebrar-se ou consolidar-se. Preste atenção e lembre-se de que há sempre 3 caminhos: estar "lá", ignorar ou criticar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...