A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

2.6.15

7 SINAIS DE QUE VOCÊ ENCONTROU A PESSOA CERTA


Se tivesse uma bola de cristal, gostava de saber se a sua relação vai dar certo? A maior parte das pessoas que conheço não acreditam em “almas gémeas” – pelo menos, naquele sentido de existir no mundo alguém feito exatamente à nossa medida, capaz de nos compreender SEMPRE e que NUNCA nos desiluda. Não existem relações (nem pessoas) perfeitas. Existem relações saborosamente imperfeitas que queremos que durem para sempre. Há sinais (claros) de que a pessoa que está ao seu lado é a “tal” e de que a sua relação pode mesmo ser “para sempre”.

1. (ÀS VEZES) NEM É PRECISO DIZER NADA

Os casais mais felizes que conheço conversam muito. Dizem o que pensam e o que sentem. Não ficam à espera que o outro adivinhe. Mas muitas vezes não é preciso verbalizar nada para que um saiba exatamente o que o outro está a sentir. Se o seu amor procura estar por perto quando você se mostra vulnerável, se presta atenção e se mostra disponível para responder às suas necessidades afetivas, dando-lhe a mão quando você se sente inseguro(a), abraçando-o(a) quando você alcança uma vitória tanto quanto nos momentos em que você está triste, é a pessoa certa para si.


E isso, ao fim de algum tempo, também se revela com momentos em que ele(a) parece adivinhar os seus pensamentos.

2. VOCÊ SENTE-SE SEGURO(A)

Não é preciso uma bola de cristal. Se a pessoa que está ao seu lado for a pessoa certa, você sabe. Há uma sensação constante de segurança. Não é que não haja problemas e que você esteja sempre nas nuvens, como nas comédias românticas. O que acontece é que você não sente medo. Não está preocupado com aquilo que tem de fazer para não perder o seu amor. Não vive alarmado(a). Não tem motivos para desconfiar. Quando pensa na pessoa que está ao seu lado, sente-se tranquilo(a).

3. HÁ QUÍMICA

Não é o número de relações sexuais por semana que determina o grau de satisfação conjugal. Para os casais felizes o sexo é importante, sim. Afinal, é mais uma forma de as pessoas mostrarem o seu amor, é mais uma forma de se ligarem. Há alturas em que o sexo é mais fogoso, há outras em que os membros do casal são mais carinhosos e há alturas em que o sexo é muito menos frequente. Há uma constante: os casais felizes tocam-se muito.


Os gestos de afeto são um excelente preditor do sucesso de uma relação.

4. CONHECE OS SEUS “PODRES”

Conhece bem o seu amor? E tem a certeza de que ele(a) sabe tudo sobre si? Então, é provável que esta seja a pessoa certa para si. Numa relação feliz e duradoura não há barreiras, não há máscaras. Pelo contrário, há a sensação (boa) de que cada um pode ser quem é, de forma transparente. Você não sente qualquer necessidade de se esconder, de disfarçar o que sente. Sabe que a pessoa que escolheu o(a) aceita tal como é e que gosta de si apesar dos seus defeitos ou “podres”.

5. DESAFIA-O(A)

Nenhuma relação é um mar de rosas permanente. Numa relação feliz e duradoura também há discussões, momentos de tensão e de desconexão. Não há desrespeito, não há maus-tratos. Há divergências sérias. Há momentos em que um se sente profundamente irritado com o comportamento do outro. E há a certeza de que juntos “resultam” melhor. Se a pessoa que está ao seu lado o irrita algumas vezes mas é, simultaneamente, aquela que o(a) faz sair da sua zona de conforto e o(a) ajuda a ser uma pessoa melhor, aproveite. É, provavelmente, a pessoa certa para si.

6. PARTILHAM OBJETIVOS

Não há almas gémeas e, de um modo geral, as relações felizes são construídas por pessoas diferentes, com feitios diferentes, gostos diferentes e hábitos diferentes. As diferenças não são um problema. Pelo menos, na medida em que haja um rumo, um projeto a dois.


Os casais felizes não perdem de vista o que é essencial para eles. Partilham valores, sonham a dois e lutam (a dois) pela concretização desses sonhos.

7. TEM UMA MISSÃO


No meio dos momentos de tensão é difícil reparar nas boas intenções da pessoa que está ao seu lado. Afinal, ele(a) às vezes também pode parecer egoísta (Quem não o é de vez em quando?). Mas, de um modo geral, você sente que o seu amor tem uma missão: fazê-lo(a) feliz. Se prestar atenção às escolhas dele(a) e reparar que há (muitos) momentos em que ele(a) só fez determinadas escolhas porque eram importantes para si, esta é a pessoa certa. Os casais mais felizes são formados por pessoas que se empenham genuinamente em fazer a pessoa que está ao seu lado feliz. Isso muitas vezes implica “perder” em termos individuais em nome de um bem maior (a relação). Implica ceder. Implica deixar de fazer o que apetece. “Só” para ver a pessoa de quem se gosta feliz.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...