A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

18.1.16

O QUE É QUE NÃO DEVEMOS EXPOR NO FACEBOOK (SOBRE A NOSSA RELAÇÃO)?


Há limites para tudo. Se não nos passa pela cabeça entrar no café do nosso bairro e expor a nossa intimidade conjugal, por que o faremos no Facebook? É verdade que por detrás de um ecrã é muito mais fácil ignorar as consequências (negativas) de algumas partilhas mas o preço a pagar pela impulsividade de um momento pode ser demasiado caro.

O que é que NÃO devemos partilhar no Facebook?

POSTS CUTXI-CUTXI

Guarde as grandes declarações de amor para si e para o mais-que-tudo. No máximo, faz algum sentido que mostre todo o seu orgulho junto dos amigos e familiares mais próximos.


Pior do que isso: há uma probabilidade elevada de algumas destas pessoas considerarem que a sua partilha é mais “fogo de vista” do que outra coisa. E não se iluda: o número de “gostos” numa publicação nem sempre são reveladores de genuína empatia.

FOTOGRAFIAS QUE NÃO FAVOREÇAM O MAIS-QUE-TUDO OU SEM A SUA PERMISSÃO

Já experimentou a sensação de ser identificado/a numa fotografia e ficar escandalizado/a com a sua própria imagem? É o horror! É o descalabro! Como é que alguém pode colocar uma fotografia sua com uma imagem claramente desfavorecida sem a sua autorização? Talvez não haja leis que impeçam este tipo de acontecimentos mas este tipo de escolhas são, no mínimo, questionáveis. Pense MUITO bem antes de publicar qualquer fotografia da pessoa de quem gosta. Você pode ter a melhor intenção do mundo. Pode até achar que ele/a está fantástico/a naquela foto. MAS… nada substitui a autorização clara. Ter a certeza de que a outra pessoa está confortável com a ideia é meio caminho para evitar conflitos desnecessários. É uma questão de respeito.

INDIRETAS

(Quase) toda a gente já deu de caras com posts mais ou menos enigmáticos em que, apesar de não haver uma reclamação formal, fica patente o descontentamento de uma pessoa em relação ao mais-que-tudo. E não é agradável. Você não “precisa” de saber que a sua colega de trabalho teve um arrufo com o marido. É possível que não se importe de aceder a este tipo de mexericos mas de certeza que a pessoa visada ODEIA este tipo de exposição.


CRISES DE CIÚMES

Está a ver o que aconteceu recentemente com Ivete Sangalo? Você não quer que as pessoas à sua volta tenham pena de si ou sintam vergonha alheia. E o seu mais-que-tudo vai detestar a ideia de ser o bobo da corte do momento. É possível que você se sinta insatisfeito/a com um ou outro comportamento da pessoa que ama. Sentir ciúmes é normal e manifestá-los (em privado) é saudável. Mas… NADA justifica uma chamada de atenção em público. Este puxão de orelhas é só uma forma de você dizer ao mundo que você não foi capaz de se controlar.

FRAGMENTOS DE DISCUSSÕES

O que ele/a disse. Os disparates que fez. A sua raiva. Tudo isto deve MESMO ser vivido em privado. Depois de um momento de tensão, é natural que você se sinta vulnerável/ magoado/a/ indignado/a. E também é normal que precise de algum apoio. Apesar disso, NÃO busque a solidariedade através de uma plataforma tão pública como o Facebook.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...