A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL

14.10.14

O AMOR FAZ-NOS MAIS FELIZES


Há quem diga que não precisa de uma relação para ser feliz. Que o amor romântico é só para alguns. E também há quem assuma que não é feliz sem essa fonte de estabilidade. Afinal, precisamos ou não de uma relação estável para sermos mais felizes?
Há pessoas que não são capazes de se descentrar, de assumir como missão a genuína vontade de fazer outra pessoa feliz. MAS… isso é o que acontece com uma pequena minoria. A maior parte de nós precisa mais ou menos das mesmas coisas. A maior parte das pessoas que conheço – dentro e fora do meu gabinete – perseguem os mesmos objetivos. E para a generalidade dessas pessoas, ser feliz no amor é uma prioridade. Mais do que isso: ser feliz no amor é garantia de bem-estar, otimismo, segurança emocional.

Quando, duas pessoas que se amam começam a sentir-se inseguras, quando há discussões ou amuos, o mal-estar dá lugar ao medo generalizado. A sensação – assustadora – de que algo não está bem na relação amorosa cria o medo de falhar, o medo de não estar à altura, o medo de não ser capaz de responder à adversidade. É como se nos sentíssemos com o sistema imunitário enfraquecido.

Assumir que precisamos daquela pessoa para sermos felizes, que dependemos da estabilidade da relação amorosa para nos sentirmos plenamente seguros e confiantes, não é fraqueza. Não deve ser motivo de vergonha. Pelo contrário, quando somos capazes de expor essa vulnerabilidade, estamos a dizer “és importante para mim” – e isso cria conexão. Também não deve ser motivo de embaraço assumir que estar solteiro não é tão bom como estar numa (boa) relação.


Não é por acaso que oiço frequentemente dizer que é mais fácil enfrentar os obstáculos da vida quando temos ao nosso lado alguém que nos preencha. Isso tem uma base científica. Aquilo que acontece é que quando encontramos alguém que nos ame de verdade, que esteja “lá” para nós, que nos faça sentir seguros, o nosso cérebro responde de forma muito diferente àquilo que possa ser considerado ameaçador.


Uma pessoa que sempre lutou contra níveis de ansiedade elevados sente-se surpreendentemente mais segura quando constrói um vínculo sólido com alguém que ame. Alguém que nunca pensou em ter filhos pode passar a sonhar com esse passo a partir do momento em que viva uma ligação segura. É mais fácil arriscar e ser bem-sucedido em termos profissionais quando se está de mãos dadas com uma pessoa que nos ama e que acredita em nós. É o “milagre” do amor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...