A PSICÓLOGA NO FACEBOOK     |     VÍDEOS     |     CONSULTÓRIO     |     PÁGINA INICIAL


29.6.17

PORQUE É QUE OS HOMENS TRAEM?


Há homens que traem. Nem todos os homens traem mas há alguns que o fazem – e algumas mulheres também. Durante muito tempo veiculou-se a ideia de que os homens trairiam sobretudo por se sentirem insatisfeitos sexualmente. Mas será que é mesmo assim? Quais são as verdadeiras razões que levam os homens a trair? Antes de olharmos para os motivos, importa fazer dois esclarecimentos:

Em primeiro lugar, é importante perceber que não há apenas um motivo que esteja na origem da infidelidade masculina – há muitas formas de traição e aquilo que está por detrás do comportamento de um homem que mantenha uma amante em cada local para onde viaja profissionalmente é muito diferente daquilo que leva um homem a manter uma relação extraconjugal de longa duração.

Em segundo lugar, é fundamental esclarecer que a identificação dos motivos associados à infidelidade NÃO é uma forma de legitimar a traição. Não há desculpas para a infidelidade. Uma traição é SEMPRE um erro que deixa marcas profundas na relação (e que em muitos casos leva à rutura).

Da minha experiência profissional resultaram muitas e muitas conversas com homens que foram infiéis. Estes são os principais motivos por que o fizeram:

A EMOÇÃO DA SEDUÇÃO E DA CONQUISTA. Não há como negar: conhecer alguém novo e sentir que se é capaz de seduzir e conquistar é das melhores sensações que se pode ter. Faz-nos sentir mais vivos que nunca.



Mas sentem falta de alguma coisa. Sentem falta da adrenalina e da excitação do início de um namoro. Alguns vão à procura dessa excitação fazendo esforços para conhecer outras pessoas; outros deixam-se levar quando são cortejados.

INSATISFAÇÃO SEXUAL. Alguns homens apontam o facto de se sentirem insatisfeitos com a frequência ou qualidade das relações sexuais no casamento como o principal motivo da traição. Em muitos destes casos, o homem procura apenas o envolvimento físico e considera que não houve verdadeiramente uma traição. Claro que para a esmagadora maioria das mulheres traídas a conversa é muito diferente.

INSATISFAÇÃO EMOCIONAL. A maioria dos homens que passam pelo meu consultório depois de terem cometido uma infidelidade referem que sentiam que a mulher estava emocionalmente distante e/ou que não estava a ser capaz de ir ao encontro das suas necessidades afetivas. As queixas estão relacionadas com a falta de atenção, desvalorização dos seus desabafos e dificuldade em alimentar a relação conjugal depois do nascimento dos filhos.

MEDO DA INTIMIDADE. Alguns homens manifestam níveis elevados de desconforto à medida que a relação conjugal se vai tornando mais séria. É como se se sentissem “em perigo” à medida que a intimidade emocional cresce e a traição acaba por funcionar como um travão.

- PROBLEMAS DE COMUNICAÇÃO –

Como expliquei antes, a maioria dos homens traem na sequência de problemas no casamento. É verdade que em muitos desses casos houve queixas, houve desabafos, houve tentativas mais ou menos claras de chamar a atenção para a insatisfação (sexual, emocional). A maioria dos homens que passam pelo meu gabinete estão menos habituados a falar abertamente sobre os seus sentimentos do que as mulheres e isso acaba por complicar muitas vezes os problemas:



- NÃO É UMA QUESTÃO DE APARÊNCIA –

Apenas uma pequenina percentagem dos homens que traem assumem que se envolveram com uma mulher mais atraente do que a companheira. De uma maneira geral, não é mesmo uma questão física e na maioria dos casos não há sequer uma procura ativa. Há, isso sim, um vazio que acaba por ser preenchido quando se conhece alguém que está emocionalmente e depois fisicamente disponível.

- SENTIMENTOS DE CULPA –


Nem todos os homens que me pedem ajuda depois de uma traição estão genuinamente arrependidos do que fizeram. Como referi antes, alguns nem sequer consideram que cometeram um erro. Mas a maioria mostra de forma clara sentimentos de culpa – sobretudo em relação ao sofrimento causado à companheira. Não sendo o arrependimento sincero uma condição suficiente para reconstruir uma relação nestas circunstâncias, é uma condição necessária.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...